Candidatura Inovação Produtiva nº 204

Objetivo Nuclear:

Reforçar a competitividade da OLITREM induzido pelo aumento da capacidade produtiva, pela inovação de produtos e processos produtivos, comerciais e organizacionais, com especial aposta num incremento significativo das suas vendas para os mercados internacionais. O projeto de investimento em execução enquadra-se numa estratégia de Inovação e reforço da competitividade da empresa, apostando em vertentes como a inovação nos produtos e processos, a expansão da capacidade produtiva, o acréscimo de valor e qualidade nos produtos, a produtividade, a automatização de processos e procedimentos, a eficiência energética e a competitividade dos preços, como instrumentos essenciais de reforço da atuação da empresa no mercado global, mas simultaneamente incrementando a sua posição como um dos principais fabricantes de equipamentos de frio no contexto nacional. O investimento previsto no âmbito da presente candidatura foi delineado numa lógica de progressão da cadeia de valor e de melhoria contínua, visando o desenvolvimento e oferta de equipamentos de frio baseados em conceitos ecológicos, sustentáveis ambientalmente, e com um elevado nível de complexidade técnica, traduzindo-se num projeto de inovação produtiva que aporta ganhos de competitividade para a Olitrem e que, ao mesmo tempo, contribuirá para a qualificação do tecido empresarial português. O projeto de investimento iniciou em maio de 2015 e prevê-se a sua conclusão em abril de 2017.

Candidatura Internacionalização de PME nº 1209 e Candidatura Qualificação de PME nº 1098

Objetivo Nuclear: Conquistar uma presença mais ativa no mercado externo As candidaturas surgem na sequência da apresentação da candidatura no âmbito da Inovação Produtiva, onde foram imputados todos os investimentos de cariz produtivo, tendo-se selecionado para estas um conjunto de despesas focadas na valorização de fatores imateriais de competitividade, que irão reforçar a capacitação da Olitrem para a internacionalização e qualificar áreas relevantes na empresa, visando o incremento competitivo e mais ativo da mesma no mercado global, bem como o reforço das suas competências, tendo em vista o aumento volume de negócios e consequentemente das exportações. Ambos os projetos iniciaram em julho de 2015 e prevê-se a sua conclusão em junho de 2017.